Edesio Fernandes visita bairros e conversa com Presidentes de associações

98

Foram quase três dias atendendo presidentes de associações de bairro, além da parceria firmada com deputado Alex Silva. O vereador Edesio Fernandes visitou todas as comunidades como havia prometido. Embaixo de muita chuva, na última quinta-feira (4), Edesio e Alex foram até o bairro Planalto II, Jardim Santana, Mariana e Cascalheira.

Já na sexta-feira (5) visitaram as comunidades da Terra Prometida e Colônia Viçosa. Nos bairros Planalto II, Jardim Santana e Mariana o que pode ser observada é a falta de infraestrutura nas vias, falta de rede de esgoto, certos locais interditados, moradores e estudantes presos pelo excesso de lama. Além de associações que prestam serviços através de cursos a toda comunidade que precisam de auxilio técnico e apoio do poder público.

Nas comunidades da Terra Santa e Colônia Viçosa localizados nos setores chacareiros da capital, os moradores relatam que a dificuldade principal é: o abandono na saúde. Ambas comunidades não recebem atendimento médico, vale salientar ainda que durante a visita na comunidade Terra Santa um pequeno posto de saúde foi encontrado inoperante.

Edesio conta sua indignação: “Da até vergonha virmos aqui e vê este posto de saúde trancado, vamos fazer relatório e cobrar da Secretaria de Saúde para que os atendimentos retornem o mais rápido possível. Outro problema na Terra Santa é a rodovia estadual conhecida como Estrada da Penal que liga a cidade a um porto de soja que em certos trechos é quase impossível o trânsito de carros de pequeno porte.” O deputado Alex Silva afirmou que acionará o DER para sanar o problema. Segundo ele, deve ser resolvido o que é de extrema urgência, e a revitalização da Estrada da Penal é urgente.

Edesio Fernandes e o deputado Alex Silva farão novas reuniões para um levantamento das urgências referentes à saúde, educação e rodovias para que estes serviços sejam agilizados e cobrados da Prefeitura da capital e do Governo do Estado. Alex e Edesio firmam parceria para destinar emendas para Porto Velho.